Símbolo da felicidade: kinkan
Símbolo da felicidade: kinkan

Símbolo da felicidade: kinkan

Se avistar essa frutinha dando sopa é um sinal! Além de ser símbolo de felicidade é uma riqueza na cozinha.

por Joyce Galvão

Símbolo da felicidade, a laranjinha ouro – ou Kinkan em japonês e kumquat em chinês, possui polpa azeda, casca fina e saborosa – dando a ela a vantagem de ser consumida sem ser descascada – e pouca quantidade de gomos ricos em pectina (por isso a frutinha não é uma laranja, pertencendo assim ao gênero Fortunella).

Tradicional na doçaria brasileira, em especial de Minas Gerais e do cerrado brasileiro, pode ser recheada, serve muito bem para produção de geleias, compotas e picles. Picles de laranja? Sim! Uma base perfeita para drinks com soda ou álcool – o shrub.

Disponível o ano todo (o que é uma boa desculpa para colocar um docinho com kinkan na sua confeitaria!) o pé de Fortunella margarita (ou fortunella japonica, e outras espécies) se desenvolve em climas quentes (por isso uma frutinha tão oriental se deu tão bem aqui em terras tropicais), mesmo sendo muito mais resistente ao clima frio que qualquer outro cítrico.

Existem pelo menos dois tipos de kinkan: a nagami – de formato oval e mais amarga, indicada para geleias e acompanhamentos para pratos salgados; e a meiwa, mais doce e rara de encontrar – além de ser mais cara.

Apesar das diferenças entre as duas frutinhas, ambas são ricas em vitaminas e nutrientes, como vitamina C (contém 73% da ingestão diári recomendada!!), cálcio e potássio, além de possuir propriedades antioxidantes e ser fonte de proteínas! Nós nunca pensamos em frutas como fonte de proteínas, não é mesmo? Pois saiba que 100g de Kinkan possui 2g de proteínas, pode parecer pouco, mas para uma fruta…

COLOQUE O CONHECIMENTO EM PRÁTICA

Geléia de Kinkan com Laranja Champagne

Geléia de Kinkan com Laranja Champagne

A laranja champagne é suavemente ácida e muito perfumada! Unida ao amargor da laranja kinkan produz uma geleia delicada e muito saborosa!
Saiba mais
Compota de kinkan

Compota de kinkan

A safra de kinkan vai até o fim de agosto. A boa notícia é que você pode ter uma árvore para decorar sua casa, já que ela é bem pequenininha, tipo um arbusto. Cuidando bem dela você vai ganhar todos os anos, cerca de 30 laranjinhas que podem render uma compota incrível para se deliciar o ano inteiro!
Saiba mais

FRUTA NO PÉ!

A árvore sagrada do sertão: umbu

A árvore sagrada do sertão: umbu

Você conhece umbu? A árvore sagrada do sertão, por Euclides da Cunha, é repleta de conhecimentos tradicionais envolvidos no seu processamento. Vem saber mais!
Saiba mais
A riqueza do nosso caju

A riqueza do nosso caju

O cajueiro, também é conhecido pelos nomes derivados da língua tupi (acayu): acaju, acajaíba, acajuíba, caju-comum, cajueiro-comum, cajuil, caju-manso, cajuzeiro e ocaju.
Saiba mais
Translate »